(em desenvolvimento)

Quando vivemos sob o paradigma "da útima, da mais atual imagem do território", acentua-se a necessidade de preservar as representações mais antigas desse mesmo território, com o registo das suas características, as suas marcas, para, em fim último, percebermos melhos a paisagem tal como hoje a conhecemos.

Em muitas áreas científicas que lidam com fenómenos de base territorial, o recurso a esta documentação "antiga" permite, entre outas, as leituras evolutivas do espaço, como se foi moldando e foi moldado às/pelas atividades humanas.

Assim, conhecer a evolução da morfolgia urbana das nossas cidades, a expansão das suas redes (de estradas, de caminho-de-ferro,...), a evolução das áreas verdes e naturais, identificar localizações de elementos/marcos da paisagem entratanto desaparecidos através da cartografia histórica é, simultaneamente, conhecer o passado, compreender o presente e antecipar/desenhar tendências futuras dos fenómenos que estudamos sobre o Território.

Embora muito menos expressivo quando comparado com outros núcleos de informação geográfica disponíveis na Mapoteca, este dispõe de importantes documentos (na sua maioria plantas de cidade) para quem em determinado momento da investigação, necessita de imagens cartográficas mais antigas do território que estuda.

As coleções de cartografia histórica disponíveis na Mapoteca

A coleção sobre o Porto

A ligação (geográfica, emocional) à cidade explica, desde logo, a disponibilidade de uma colecção de cartografia histórica sobre o Porto no arquivo da MAPoteca. Mesmo pequena, esta reúne alguns dos exemplares de referência da cartografia histórica da cidade, produzida ao longo dos últimos séculos.

  • "Carta Topográphica da Cidade do Porto", escala 1:5000 (6 folhas), Telles Ferreira, 1895 (edição litográfica do levantamento de 1892, realizado pelo mesmo autor, à escala 1:500)
  • "Cidade do Porto", escala 1:xxx, George Balck, 1813
  • "Planta da Cidade do Porto", escala 1:xxx, Frederico Perry Vidal, 1865
  • "Plano da Cidade do Porto", escala 1:xxx, José Francisco de Paiva, anterior a 1824
  • "Planta Topográfica da Cidade do Porto", escala 1:xxx, Joaquim da Costa Lima, 1839
  •  

Outras

Para além da cartografia histórica existente sobre a cidade do Porto, outros mapas foram ao longo do tempo colecionados, fruto de necessidades específicas e concretas decorrentes de investigações na Instituição ou pela sempre generosa oferta de investigadores ou Instituições.

  • mapa 0001
  • mapa 0001

 

 


DestaForma, Design e Multimédia

Oficina do Mapa © 2012 - Todos os direitos reservados - FLUP
Página InicialContactosPesquisaMapa do Site