Embora mapas e fotografias aéreas apresentem uma perspetiva de "vista de pássaro" da superfície terrestre, as últimas não são mapas!os primeiros registos aéreos em balão de ar quente

Os mapas são representações ortogonais da superfície terrestre ou, por outras palavras, precisos nas direções e na geometria (dentro das limitações impostas pela projeção de uma superfície 3D para uma superfície plana). Por seu lado, as fotografias aéreas expressam um grau elevado de distorção, agravado à medida que nos afastamos da vertical da fotografia. Isto é, a topografia é distorcida e, até as distorções serem corrigidas, medições e outras leituras sobre as fotografias não são totalmente exactas. Contudo, as fotografias aéreas são um poderosa ferramenta para os estudos sobre o território.

Por um conjunto de factores (nomeadamente a dificuldade de acesso e o custo desta informação), este núcleo disponível na Mapoteca cobre apenas parcelas do território português, em particular o Norte ou o Noroeste de Portugal e a escala destes documentos ronda o 1:15k. A fotografia aérea é um precioso material de trabalho, quando considerados ainda a datas (décadas de 60 e 80) dos vôos a que grande parte da fotografias referem, tornando-o um excecionalmente rico instrumento de trabalho complementar à cartografia militar disponível.

Tendo em conta que a maioria das ferramentas SIG dispõem de mecanismos para corrigir as distorções radiais das fotografias, estas podem ser uma importante e nunca negligenciável fonte de informação para projetos, especialmente aqueles que requerem informação espacial do mesmo lugar ao longo de períodos de tempo.

Aplicações práticas como vigilância sobre uso do solo e morfologia de terrenos e paisagem são exemplos. Cartógrafos, planeadores, geógrafos, urbanistas, ambientalistas, entre outros, recorrem frequentemente à fotografia aérea.

O Instituto Geográfico do Exército (IGeoE) lançou, em 2005, um catálogo que se destina a dar a conhecer a localização das várias coberturas fotográficas obtidas pelo IGeoE, bem como a respetiva escala e o ano em que foram realizadas.

Para obter informação sobre a fotografia aérea disponível e fornecida pelo Instituto Geográfico do Exército, por carta militar à escala 1:25.000, clique aqui.

A fotografia aérea disponível na Mapoteca em papel

A Mapoteca dispõe de fotografias aéreas relativas a voos efetuados em 1965, 1968, 1974, 1981, 1982, 1983 e 1990.

 

 


DestaForma, Design e Multimédia

Oficina do Mapa © 2012 - Todos os direitos reservados - FLUP
Página InicialContactosPesquisaMapa do Site