Concurso

1998

 

 

 

Textos da Literatura Oral Mirandesa

Recolha, edição e divulgação

 

 

 

Preâmbulo

 

A Frauga — Associação para o Desenvolvimento Integrado de Picote, no âmbito dos seus projectos de divulgação da língua e cultura mirandesas, leva a efeito um projecto/concurso intitulado Textos da Literatura Oral Mirandesa: recolha, edição e divulgação.

Este projecto visa a constituição de uma base escrita que possa servir como documentação da língua, como instrumento funcional para os seus falantes na escolarização e na elaboração literárias. Consistirá na publicação de um ou mais volumes com textos em língua mirandesa, com especial incidência para o conto tradicional. A iniciativa estará aberta a todos os que nela desejem participar e reger-se-á pelo seguinte regulamento.

 

Regulamento

 

1. Cada concorrente não poderá entregar mais do que cinco textos.

1.1 Os textos deverão ser oriundos da tradição oral mirandesa e, por isso, deverão ser o resultado de uma recolha.

1.2 Todos os géneros literários são admitidos a concurso (conto, relatos pessoais, poesia, lengalengas, orações, teatro, diálogo, etc.).

1.3 Deverá ser claramente indicada em cada texto a identificação do informante (nome, idade, localidade, data de recolha, etc.).

1.4 Eventualmente os textos enviados poderão ser acompanhados com uma cassete contendo o registo da recolha efectuada.

§ único No caso de, por alguma razão, não se pretender a divulgação total ou parcial destes dados, isso deverá ser claramente indicado em cada texto.

2. Os textos deverão ser apresentados em Língua Mirandesa1.

3. A selecção dos textos que constituirão o volume a editar no âmbito deste projecto será feita por uma Comissão científica constituída por dois elementos da Frauga e três outros elementos representantes e conhecedores da problemática do ensino e divulgação da língua mirandesa.

3.1 Cabe à Comissão científica a fixação e aplicação dos critérios de avaliação dos textos.

3.2 Da Comissão científica fará parte um Secretário executivo, nomeado pela Frauga, sem direito a voto e que terá por função organizar e fazer decorrer os trabalhos da referida Comissão.

4. De cada texto concorrente deverá ser enviado um exemplar, dactilografado, sem o nome do autor. Numa folha separada deverá constar apenas o nome do autor, junto ao título do texto enviado. Assim, a Comissão científica poderá avaliá-los anonimamente.

4.1 A identidade do autor será apenas do conhecimento do Secretário executivo do concurso, que não participa no júri de avaliação.

4.2 Os textos deverão ser enviados, até 15 de Novembro de 1998 (fazendo fé a data do carimbo do correio), em carta registada e assinada por pseudónimo, para a morada da Frauga

FRAUGA - Associação para o desenvolvimento integrado de Picote

Rue de la Peinha de l Puio

5225 Picote

4.3 Os originais não serão devolvidos ficando em poder da Frauga. No caso em que venham a ser propostos para futuras publicações, a Frauga compromete-se a avisar os concorrentes e a proceder de forma idêntica à deste concurso.

5. A Comissão Científica proporá à Comississão Administrativa o número de textos que devem integrar o volume a ser editado no âmbito deste concurso.

5.1 Os autores desses trabalhos serão notificados, por escrito, dessa decisão.

6. Todos os participantes serão notificados da decisão tomada sobre o seu trabalho.

7. Entre os autores cujos textos sejam seleccionados para o volume a editar no âmbito deste projecto será distribuído um prémio monetário de 500.000$00.

7.1 Os valores a receber pelos autores cujos textos sejam classificados em 1° (100.000$00), 2° (50.000$00) e 3° (40.000$00), serão diferenciados dos restantes. Os critérios de distribuição desse montante serão propostos pela Comissão Científica à Comissão Administrativa2 a quem compete a decisão final. Das decisões destas comissões não cabe recurso.

8. A distribuição dos prémios será feita em sessão solene a realizar em simultâneo com o lançamento das publicações em data e local a precisar.

 

Notas

1 Contudo, como o conto popular mirandês pode ser também em castelhano ou português, aceitar-se-ão textos em que apareçam duas ou mesmo as três línguas.

2 A Comissão Administrativa é uma comissão criada para este projecto e será presidida pelo Presidente da Direcção da Frauga e integrará mais quatro elementos, sendo um membro da Direcção desta Associação e três outros representantes convidados de Associações ou autarquias locais ou regionais.